sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Seminário “Novos Caminhos para um Turismo Sustentável” – 13 Março 2008, Viseu

Inserido nas comemorações dos 20 anos do Núcleo de Gestão da Escola Superior de Tecnologia de Viseu, a APTERN (Associação Portuguesa de Turismo em Espaços Rurais e Naturais) realizou, em conjunto com o Núcleo de Estudantes de Turismo de Viseu, um seminário intitulado “Novos Caminhos para um Turismo Sustentável”, que decorreu no passado dia 13 de Março, no auditório da Escola Superior de Tecnologia de Viseu. Este encontro, que contou com a presença de cerca de 80 participantes que escutaram com interesse as apresentações dos oradores presentes, sendo o primeiro painel intitulado como “Formas para um desenvolvimento sustentável”, e estando este a cargo, das apresentações de Ana Branca, docente do curso de turismo de Viseu, que demonstrou de que forma o e-commerce e o turismo sustentável se podem relacionar; do Pedro Morais, docente da Escola Superior Agrária de Coimbra, demonstrou aos presentes de que forma o ecoturismo pode potenciar o desenvolvimento sustentável e de Jorge Santos, presidente da APTERN, que apresentou o trabalho desenvolvido por esta associação, em prol do turismo sustentável.

Após a pausa de almoço, reiniciou – se a sessão de trabalhos, com o segundo painel, intitulado “Turismo Sustentável – áreas e zonas de protecção turísticas”, onde foi dado tempo para a apresentação de projectos de ecoturismo actualmente a serem desenvolvidos. Rui Brito, membro fundador da empresa Ecoinside, apresentou todo o trabalho desenvolvido por esta empresa em prol do Ecoturismo, Jael Palhas, licenciado em Eco – agroturismo, apresentou o projecto de interpretação desenvolvido na região da Figueira da Foz, o projecto Explore Figueira; para terminar, Rafael Vaz André, consultor da empresa Naturtejo, apresentou o projecto Geoparque da Meseta Meridional, localizado no concelho de Castelo Branco.

Este encontro serviu para demonstrar aos presentes, através dos diferentes testemunhos, um modo de praticar turismo respeitando e desenvolvendo os locais, sejam eles no interior ou no litoral.