quarta-feira, 14 de julho de 2010

Participação da APTERN no Colóquio "O Turismo Na Sertã - Possibilidades e Potencialidades de Desenvolvimento"




Teve lugar no passado dia 23 de Junho, na Casa da Cultura da Sertã um Colóquio intitulado “O Turismo na Sertã – Possibilidades e Potencialidades de Desenvolvimento” uma iniciativa organizada pela Escola Tecnológica e Profissional da Sertã (ETPS). Estiveram presentes neste evento algumas entidades de referencia na Região Centro no âmbito do turismo, como foi o caso da APTERN (Associação Portuguesa de Turismo em Espaços Rurais e Naturais), a Entidade Regional de Turismo do Centro, a Escola Superior Agrária de Coimbra e o Parque Biológico da Serra da Lousã, que demonstraram as suas experiencias em vários pontos de vista.

Jorge Santos, coordenador do Curso de Turismo Ambiental e Rural da Escola Tecnológica e Profissional da Sertã, começou por enquadrar esta iniciativa, salientando a importância deste tipo de actividades, tendo em conta todo o potencial para o desenvolvimento deste sector no concelho. Ao promover esta iniciativa, temos como objectivo “trazer bons exemplos do excelente trabalho que tem sido desenvolvido na Região, de forma a sensibilizar novas apostas nesta área no concelho”, frisou.


Telma Gonçalves da APTERN (Associação Portuguesa de Turismo em Espaços Rurais e Naturais), salientou a importância de uma aposta num turismo sustentável, onde “a economia, a preservação do ambiente e a inserção da população local são extremamente importantes”. Efectuando uma abordagem mais directa ao concelho da Sertã, Telma Gonçalves refere a importância da Gastronomia no desenvolvimento do sector no concelho, contudo reforça que é necessário um esforço maior, de forma a conseguir fixar o turismo num tempo superior a 24 horas na Sertã, destacando a “importância da criação de percursos pedestres de qualidade, tendo em conta as potencialidades no concelho nesse sentido”

Pedro Machado da Entidade Regional do Turismo Centro, salientou a importância das marcas turísticas para o desenvolvimento de cada território, mencionando alguns exemplos. Salientou também a importância do turismo em Portugal: “O turismo oferece a Portugal 10 % do PIB total nacional, podendo vir a crescer ainda mais, sendo que teremos de ter em conta factores como sazonalidade, estadia média, litoralização e assimetrias regionais”. O presidente da Entidade Regional do Turismo Centro reforça ainda o aproveitamento dos grandes eventos, exemplificando que "o concerto do U2 pode ser aproveitado para potenciar o país lá fora”.

João Nuno Baptista, técnico de Ecoturismo do Parque Biológico da Serra da Lousã, apresentou aos presentes aquele que é considerado um óptimo exemplo na preservação da biodiversidade em Portugal, como é o caso do Parque Biológico da Serra da Lousã. Alertou também para o facto de ser importante sensibilizar a população jovem para a preservação do meio ambiente, tendo em conta “ a importância para as gerações futuras”.

No final do colóquio, Pedro Morais, docente da Escola Superior Agrária de Coimbra, abordou a importância da interpretação no turismo, salientando entre os presentes alguns aspectos curiosos, apresentando também um projecto sobre percursos interpretativos que decorre actualmente na Figueira da Foz, o Projecto Explore Figueira.